Envelhecimento Saudável 1

O que é a medicina preventiva?

O conceito de MEDICINA PREVENTIVA surgiu por volta do século XX e buscava uma abordagem diferente da medicina que, até então, focava somente em curar as doenças. O foco agora é a PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO.

O princípio da MEDICINA PREVENTIVA é incentivar a população a frequentar regularmente os consultórios médicos. Isso significa realizar exames clínicos e laboratoriais com a periodicidade necessária, de acordo com a idade e o grupo de risco, bem como estimular a mudança de hábitos, contando sempre com a supervisão de uma EQUIPE MÉDICA capacitada e multidisciplinar

As estratégias da medicina preventiva são divididas em três níveis:

PREVENÇÃO PRIMÁRIA

Procura manter o paciente saudável, para que a doença não se instale.

PREVENÇÃO SECUNDÁRIA

Trabalha com diagnósticos precoces, para que a doença seja resolvida nos estágios iniciais e não cause danos efetivos ao paciente.

PREVENÇÃO TERCIÁRIA

Age para diminuir os impactos da doença, para que não cause maiores danos ao paciente, impedindo sua evolução.

Embora destinadas, em princípio, a melhorar a qualidade de vida das pessoas, as práticas relacionadas à medicina preventiva também produzem impactos financeiros e mercadológicos nas operadoras de saúde, que devem ser levados em conta no processo decisório referente a sua implantação.

O desenvolvimento de programas mais estruturados para a promoção da saúde é uma prática que só recentemente começou a ganhar força. E a tendência é que a importância da MEDICINA PREVENTIVA na gestão das operadoras de saúde continue crescendo, bem como em âmbito laboral diminuindo assim o absenteísmo e sinistralidade da empresa em questão. MEDICINA PREVENTIVA traz hoje a consciência e a prática de mudanças de hábitos de vida para a manutenção da sua saúde, tornando o individuo mais produtivo e aumentando sua disposição. Além disso, os gastos com medicamentos diminuem, assim como o desgaste de passar por procedimentos invasivos e o uso de medicações com possíveis efeitos colaterais fortes. O risco de sequelas e de complicações originadas de uma doença ou da administração incorreta de medicamentos também diminuem estatisticamente

Priorizar também a abordagem preventiva e investir em programas de promoção da saúde direcionados ao público de terceira idade é hoje uma necessidade, muito mais que uma tendência. Isso envolve desde promover a atividade física entre os idosos até buscar soluções para reduzir o índice de hospitalização entre esse público. Então, mediante a todas essas informações, venham fazer parte desse time de PROMOÇÃO Á SAÚDE através da CLÍNICA MÉDICA ADAH - MEDICINA PREVENTIVA.

"Gente cuidando de gente , colocando a SAÚDE em primeiro lugar".

Agendar